Civil de Itabira prende Rubinho

Uma equipe da Policia Civil de Itabira realizou a prisão de Rubens Marcos Pereira, mais conhecido como “Rubinho”, que estava foragido da justiça desde a segunda-feira passada dia 3 de junho.
Na manhã desta quinta-feira, 6 de junho um equipe da Policia Civil foi até a casa do Rubinho na rua Floresta no bairro Hamilton e fizeram a sua prisão, onde foi apresentado o mandado de prisão expedido pela MM. Juíza Danielle Rodrigues da Silva, que continha os dizeres, que o motivo da prisão seria por condenação onde indicava que o Rubinho foi condenado a 11 anos de reclusão em regime fechado, sendo divulgada a condenação no dia 29 de maio de 2013, pelo MM. Juiz Murilo Silvio de Abreu. O documento ainda dizia que o condenado deveria ser preso pelas autoridades de policia, tendo o documento a validade até 13 de junho de 2032.
A condenação de Rubens Marcos se deu juntamente com outras 20 pessoas, que foram investigadas e indiciadas pela Polícia Civil, como participantes da quadrilha de Bruno Lisboa na pratica de Trafico de Drogas na cidade de Itabira. A denuncia na época foi aceita pelo Mistério Público por associação e tráfico de drogas e assim sendo condenados.
Sentença: No ultimo dia 29 de maio o MM. Juiz Criminal, Murilo Silvio de Abreu, condenou 20 pessoas por trafico de drogas, dentre elas; Rubens Marcos Pereira (11 anos), e o chefe da quadrilha, Bruno Lisboa Ribeiro (15 anos e dois meses), também em regime fechado, Wesley Braga Viana (10 anos), e Leonardo Ferreira Elias (4 anos e 6 meses).
As outras 16 pessoas receberam condenação e deverão cumprir quatro (4) anos de reclusão em regime semiaberto, são elas: Fernando Augusto dos Santos, Charbel Alves Silva, Roseli Brandão, Thiago Henrique Alvarenga Silva, Marcelo Amaro de Sena, Thales Duarte Magalhães Coelho, Jemina Viana Madeira dos Santos, Gerson Nunes dos Santos, Ronei Marques da Silva, Rodrigo Augusto de Souza Trindade, Flávio Augusto de Oliveira Pena, Rhuan Del´Caro de Souza, Gustavo Luiz Coelho Daniela Drumond Guerra, Fábio Vinicius Moraes Camargo e Jhonatan Charles Gomes. Duas pessoas foram absolvidas, Renan César de Freitas e Wagner Júnior Azevedo. 

Matérias relacionadas:

http://www.alemos.com.br/pg.php?cat=policia&&id=13067

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários deixados no site são de inteira responsabilidade de quem escreve e as publica. Isentando assim de responsabilidade o autor/editor do site. Portanto, tenha responsabilidade com seu comentário!