Delegado suspeito de atirar e matar namorada é indiciado por homicídio

A Corregedoria Geral da Polícia Civil encaminhou à Vara Criminal de Ouro Preto nesta segunda-feira (10), o inquérito sobre o caso do delegado Geraldo Toledo, suspeito de atirar e matar a namorada de 17 anos, em Ouro Preto, na região Central do Estado.

Segundo o documento, Toledo foi indiciado por homicídio qualificado. A del
egada responsável pelo caso, Águeda Bueno do Nascimento, pediu a prisão preventiva de Toeldo, já que a prisão temporária do suspeito vence nesta terça-feira (11). Por enquanto, Toledo ainda está preso na Casa de Custódia da Polícia Civil, no bairro Horto, em Belo Horizonte.
A Polícia Civil vai divulgar, ainda na tarde desta segunda-feira, mais detalhes sobre o inquérito e outras providências que devem ser adotadas pela Corregedoria com o fim das investigações.
 O TEMPO

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários deixados no site são de inteira responsabilidade de quem escreve e as publica. Isentando assim de responsabilidade o autor/editor do site. Portanto, tenha responsabilidade com seu comentário!