Empresário com 169 pontos na CNH é flagrado na BR-040

Detran já havia determinado a suspensão do documento em três portarias distintas

 (PRF/Divulgação)
Um empresário de 41 anos, abordado em um posto de fiscalização da Polícia Rodoviária Federal (PRF) na BR-040, em Juiz de Fora, Zona da Mata mineira, teve a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) apreendida. Ele tinha 169 pontos, quando o limite máximo é de 20 pontos. 

De acordo com a PRF, o Detran/MG já havia emitido três portarias determinando o recolhimento da CNH do condutor, que deve ter o direito de dirigir suspenso por 120 dias. Os agentes do órgão identificaram ainda que há outro processo em andamento no órgão de trânsito contra o mesmo empresário.

A abordagem ocorreu na noite da última sexta-feira e a CNH apreendida foi remetida ao Detran em Belo Horizonte, onde, segundo a PRF, o condutor é prontuariado. O órgão não divulgou a identidade do empresário e os detalhes sobre a abordagem.

De acordo com a legislação, quem atinge ou ultrapassa 20 pontos pode, entre outras penalidades, ficar impedido de renovar ou transferir a CNH e ter o direito de dirigir suspenso.

Durante o período de suspensão, o motorista tem de passar por um curso de reciclagem, com duração de 30 horas/aula. Para ter de volta o documento ao fim do período de suspensão e da conclusão do curso, o condutor precisa acertar mais de 70% da prova com 30 questões exigida para obtenção do Certificado de Conclusão do Curso de Reciclagem.
Uai

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários deixados no site são de inteira responsabilidade de quem escreve e as publica. Isentando assim de responsabilidade o autor/editor do site. Portanto, tenha responsabilidade com seu comentário!