Mensagem atribuída a promotor sugere que PM mate manifestantes: “eu arquivarei o inquérito”

Um post no Facebook atribuído ao promotor de Justiça do 5º Tribunal do Júri de São Paulo, Rogério Leão Zagallo, chocou os internautas neste fim de semana. Na mensagem postada em seu nome, ele sugere que policiais militares matem os manifestantes que organizam atos contra o aumento das tarifas do transporte público na cidade de São Paulo. Ele assegura que arquivaria os inquéritos.

“Estou há duas horas tentando voltar para casa mas tem um bando de bugios revoltados parando a Avenida Faria Lima e a Marginal Pinheiros. Por favor, alguém poderia avisar a Tropa de Choque que essa região faz parte do meu Tribunal do Júri e que se eles matarem esses filhos da p*** eu arquivarei o inquérito policial”, diz o texto.
Na última semana, o MPL (Movimento Passe Livre) organizou uma onda de protestos pela cidade contra o novo valor das tarifas, que subiu para R$ 3,20 desde o dia 2 de junho.
GIOVANE ESTEVES

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários deixados no site são de inteira responsabilidade de quem escreve e as publica. Isentando assim de responsabilidade o autor/editor do site. Portanto, tenha responsabilidade com seu comentário!