Menino de 12 anos é baleado na cabeça por policial reformado durante protesto em Santa Luzia

Um menino de 12 anos está internado no Hospital de Pronto-Socorro (HPS) João XXIII em estado gravíssimo, depois de ser baleado na cabeça durante os protestos na noite dessa segunda-feira (1º) em Santa Luzia, na região metropolitana de Belo Horizonte. O suspeito do crime é um policial militar reformado. Mais cedo a Polícia Militar (PM) havia informado que o garoto já havia morrido.
 
Segundo a PM, Vanderley Gomes, de 72 anos, foi encontrado na avenida Oliver Teixeira, no bairro Cristina, onde estava acontecendo uma manifestação feita por moradores. A polícia foi ao local, por ter sido ouvido barulho de tiro.
Gomes contou à polícia que algumas pessoas começaram a tirar o lixo da lixeira em frente a casa dele para jogarem na rua e colocar fogo. Só um que um deles se dirigiu ao idoso com palavrão. Ele não gostou e atirou.
 
A bala acertou a cabeça de L.D.A.L., de 12 anos. Ele foi socorrido por familiares e levado para o Pronto-Atendimento do bairro São Benedito. Mais tarde, foi transferido para o Hospital de Pronto-Socorro (HPS) João XXIII, na capital. De acordo com boletim médico divulgado às 10h35 desta terça pela assessoria de imprensa do HPS, o garoto está em estado gravíssimo e respira por aparelhos.
O idoso e o menino são vizinhos.
Gomes não resistiu à prisão e foi encaminhado para a Delegacia de Plantão de Santa Luzia. A arma dele, com cinco balas intactas e uma usada, foi apreendida.
OTEMPO

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários deixados no site são de inteira responsabilidade de quem escreve e as publica. Isentando assim de responsabilidade o autor/editor do site. Portanto, tenha responsabilidade com seu comentário!