Governo do PI cancela pregão onde gastaria R$ 15 mil com chicletes

O Governo do Piauí decidiu cancelar um edital de licitação com valor previsto de R$ 6.398.337,96 para a compra de frios, carnes, bebidas e materiais de limpeza. O pregão previa o gasto de R$ 15 mil só com clicletes, alguns seriam da marca Trident nos sabores canela, morango e menta. Com frutos do mar considerados pratos de luxo como lagosta, salmão e camarão, a previsão de gasto era de aproximadamente R$ 140 mil.
Outros itens como sorvete, iogurtes e esfoliante também chamam atenção na lista do pregão que foi aberto nessa segunda-feira (26) e publicado no mural de licitações do Tribunal de Contas do Estado. Os produtos abasteceriam a residência oficial do governador Wilson Martins (PSB) e o gabinete militar no Palácio de Karnak.

Na lista dos produtos de higiene e limpeza constam máscara de limpeza facial e reparador de pontas da marca L'oreal, que juntos custariam mais de R$ 24 mil por ano. Um dos lotes, que previa a compra de queijos dos tipos gorgonzola, catupiri e ricota, bacon, iorgutes, sorvetes e outros frios, teria sido arrematado por R$ 547.590,00.

O lote mais caro do pregão era o de gêneros alimentícios, que incluía entre outros itens gomas de marcas e biscoitos no valor de R$ 1.721.529,24. Com bebidas como água, refrigerantes, achocolatados, sucos e polpas de frutas o valor previsto no lote era de R$ 1.177,730,64, um pouco menos que o valor do lote anterior.

Em nota, o Governado do Estado disse que houve um erro e que o governador Wilson Martins determinou uma reavaliação completa da lista, que, segundo o setor de licitação, apenas repetia uma anterior já usada pelo Palácio de Karnak em 2005 e em 2009. O governador vai solicitar a exclusão de alguns itens, mas não soube especificar quais.
A lista tinha sido feita para uma previsão de no mínimo três anos, com possibilidade de chegar até 60 meses ou cinco anos. Wilson Martins exigiu uma nova lista, com previsão de um ano.

A nota diz ainda que assim que o governador tomou conhecimento dos itens previstos na licitação cancelou imediatamente a compra dos mantimentos e materiais de limpeza que seria feita para manutenção do Palácio de Karnak, residencial oficial e Gabinete Militar.

Sobre os lotes que já aparecem com status de ‘arrematado’, o Governo do Estado disse que não serão homologados já que o pregão foi cancelado.
G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários deixados no site são de inteira responsabilidade de quem escreve e as publica. Isentando assim de responsabilidade o autor/editor do site. Portanto, tenha responsabilidade com seu comentário!