Homem dá o troco e faz banco assinar contrato sem ler

O russo Dmitry Agarkov deu o troco em um banco de seu país. Após receber um cartão d
e crédito sem pedir, ele escaneou o documento, escreveu suas próprias condições e enviou de volta para o banco Tinkoff Credit Systems, que assinou tudo sem ler. Dessa forma, a instituição topou ceder um cartão com crédito ilimitado sem juros ou taxas e com uma cláusula que obrigava o banco a pagar multa caso cancelasse o cartão.

Pois bem, Agarkov usou o cartão por dois anos livremente até o banco cancelar e processá-lo na justiça por não pagar US$ 1.363 em taxas que ele devia. Mas o contrato garantiu que ele pagasse apenas US$ 575 em atrasados. Agora, o russo está processando o banco em US$ 727 mil pela quebra do contrato, mas o banco alega que sequer leu o documento. Coitado do banco...

HD

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários deixados no site são de inteira responsabilidade de quem escreve e as publica. Isentando assim de responsabilidade o autor/editor do site. Portanto, tenha responsabilidade com seu comentário!