Suspeitos engolem droga para evitar prisão por tráfico

Algumas pessoas suspeitas de associação com o tráfico de entorpecentes engoliram unidades de drogas, dia 1º de agosto, às 19h30 em uma praça na rua Jason Bragança, bairro Clóvis Alvim I, para evitar que fossem presos. Militares receberam denúncias que um carregamento com aproximadamente cem pedras de crack e uma barra grande de maconha prensada tinham sido entregues por fornecedores a um menor com 16 anos, para distribuir para viciados que moram naquela região da cidade.
Os nomes dos dois traficantes moradores da comunidade São Bento foram identificados e serão investigados. Agentes do serviço de inteligência da PM foram a paisana no local denunciado e com a autorização da mãe do considerado distribuidor do material ilícito realizaram, com apoio de outros policiais, uma completa varredura nos cômodos da casa do suspeitos, sendo apreendidas 28 pedras do entorpecente e um tablete grande de maconha.
Um morador ligou diretamente para um policial avisando da quantidade do entorpecente e ainda da existência de quatro clientes para adquirir a droga. A maconha não chegou a ser pesada, mas segundo os militares seria fracionada para ser distribuída no varejo. As pedras já se encontravam embaladas para a venda. O jovem suposto proprietário do material conseguiu escapar. Três usuários que estavam diante da casa do acusado engoliram parte da substância para evitar que fossem presos por envolvimento com a venda de drogas. O entorpecente apreendido estava em um pote cerâmico na sala da moradia do menor infrator.
ATILA LEMOS

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários deixados no site são de inteira responsabilidade de quem escreve e as publica. Isentando assim de responsabilidade o autor/editor do site. Portanto, tenha responsabilidade com seu comentário!