A PM coloca fogo no estado, diz Deputado Cabo Júlio

Durante reunião da Comissão de Fiscalização Financeira e Orçamentária (FFO) nesta quarta-feira (11/09) no Teatro da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) em que se discutiu dois Projetos de Lei Complementar (PLC´s) da Polícia Civil que visam a modernização estrutural e funcional da corporação, o Deputado Estadual CABO JÚLIO disse que se colocarem subsídios para os policiais militares, a "pm coloca fogo no Estado". 
O parlamentar alertou aos policiais civis sobre a verdadeira intenção do Projeto de Lei Complementar (41)do Governo de querer conceder gratificação de 1/3 a mais nos vencimentos para os servidores que após 30 anos de serviço decidirem continuar trabalhando. "O Governo está dizendo o seguinte: Não aposente, continue fazendo o trabalho que você faz e que eu deveria pagar um outro profissional 100%, faça isso por 1/3.
 O abono permanência é isso", disse CABO JÚLIO que que teve o pedido atendido ao sugerir, no final da reunião, que as entidades de classe estudassem melhor o texto antes da votação.
Foi marcado para amanhã, quinta-feira(12/09), às 18h, no Teatro da ALMG, reunião extraordinária para a votação dos PLC´s.
ASSISTA