Casal pedófilo dava R$ 2 em troca de abuso e usava xilocaína nas crianças


TV/Reprodução
Vítimas tinham entre cinco e dez anos, segundo a polícia
Antonio Carlos de Moura, 56 anos, e Márcia Valéria de Almeida, 49, foram presos no último fim de semana acusados de abuso sexual a pelo menos oito crianças, com idade entre 5 e 10 anos, na cidade de Iguatu, no interior do Ceará. Segundo a polícia, o casal oferecia R$ 2 e brinquedo para as vítimas.

Uma menina de 10 anos, vítima do casal pedófilo, revelou que foi atraída pela mulher do suspeito que oferecia doce e brinquedo. Duas irmãs dela, de sete e cinco anos, também sofreram abusos. "A mulher dele chamava a gente pra dar brinquedo. Daí ele dava R$ 2 e ficava se esfregando. Colocava o dedo lá e doía".



O caso, descoberto numa investigação da Delegacia de Proteção à Mulher e à Criança, coordenado pela delegada Eduarda Aquino de Queiroz, a partir de denúncia de uma moradora do bairro, pode ter outras vítimas.

A delegada explicou que os relatos das vítimas são estarrecedores. Márcia Valéria, de acordo com as vítimas, colocava pomada de "xilocaína", anestésico, na vagina das crianças, para provocar dormência e evitar a dor para o abuso sexual feito pelo companheiro.

Mais vítimas

"As investigações já ocorriam há mais de dois meses”, disse a delegada. O casal já morou em outros bairros em Iguatu e agora a Polícia quer saber se nos outros endereços também houve abuso sexual de crianças.

Casal acusado de pedofilia permanece preso em IguatuAlém das oito ocorrências, a polícia espera que mais vítimas procurem a delegacia para dar queixa. No momento da prisão, os dois acabaram confessando os crimes e disseram ainda que já abusaram de crianças em São Paulo, onde moravam antes de se mudarem para o Ceará.

Casal foi preso quando se preparava para fugir

De acordo com uma testemunha, era comum crianças entre cinco e dez anos entrarem na casa dos acusados. A prisão de Márcia Valéria aconteceu no bairro Vila Moura, quando a acusada já se preparava para fugir, e o companheiro dela, foi preso, na cidade de Juazeiro do Norte.

O casal confirmou os abusos praticados. A Polícia estima que pelo menos oito crianças foram abusadas e esse número pode subir com as investigações do caso. Antônio Carlos já havia sido preso em 2007 por tentativa de homicídio.
HD