Desarticulada quadrilha que traficava fuzis dentro de colchões dos EUA para Minas

A Polícia Federal (PF) deflagrou na manhã desta quarta-feira (4) a operação “BED-BUGS” em Governador Valadares, na região do Vale do Rio Doce, contra o tráfico internacional de armas em Minas Gerais, São Paulo e Rio de Janeiro. Ao todo, sete pessoas já foram presas, sendo cinco no Brasil e duas nos Estados Unidos.
De acordo com a PF, o grupo enviava fuzis de grosso calibre dos Estados Unidos para o Brasil, via Porto de Santos, em São Paulo. Para não levantar suspeitas, o armamento era escondido dentro de colchões que eram trazidos em containers com mudanças de famílias brasileiras que retornavam ao país.
Com os homens presos, a polícia conseguiu apreender 22 fuzis calibre 762 e grande quantidade de munição. Os suspeitos foram encaminhados à Penitenciária de Governador Valadares e estão à disposição da Justiça.

A quadrilha vai responder por crime de tráfico internacional de armas, com pena que varia de quatro a oito anos, e por formação de quadrilha, cuja a pena é de um até três anos de reclusão.
Nesta quarta-feira, às 15h, o delegado que presidiu o inquérito policial concede um entrevista coletiva, onde algumas armas apreendidas estarão à disposição da imprensa para fotos e filmagens.
O TEMPO

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários deixados no site são de inteira responsabilidade de quem escreve e as publica. Isentando assim de responsabilidade o autor/editor do site. Portanto, tenha responsabilidade com seu comentário!