Detran começa a filmar exames de lesgislação na capital mineira

Para Stéphanie, câmeras podem ajudar a tirar dúvidas dos exames

CAMERAS EM CARROS DE AUTO ESCOLAO Departamento de Trânsito de Minas Gerais (Detran-MG) começou a realizar nessa quarta, em Belo Horizonte, exames de direção em carros equipados com câmeras de vídeo. Os aparelhos devem ser obrigatórios nos veículos de autoescolas nas provas para habilitação a partir de 2014. No primeiro experimento, 12 candidatos participaram do exame, que também foi realizado do modo convencional.

A previsão é que os testes iniciais do projeto, chamado Exame Vincular Eletrônico (EVE), durem cerca de um mês. “Os expe
rimentos são necessários para a criação de um sistema que atenda realmente toda a necessidade de melhora da avaliação de habilitação. É algo pioneiro e que possibilitará muitos benefícios”, afirmou o diretor da empresa responsável pelo projeto, Sérgio Soares.
O objetivo do EVE é aumentar a segurança dos alunos – que poderão pedir o tira-teima do exame –, além de padronizar a avaliação dos examinadores, inibindo a corrupção.” O ganho do sistema é a transparência. Ele evita os erros durante o exame e também combate fraudes, uma vez que a prova pode se assistida ao vivo por terceiros”, acrescentou Soares.
Para a estudante Stéphanie Massula, 21, uma das pessoas que realizaram exames ontem, as filmagens podem garantir uma avaliação mais honesta. “A chance de alguém ser prejudicado é muito menor, pois você vai poder recorrer às imagens se houver erro”, contou.

Sistema. O sistema de monitoramento das câmeras foi proposto pelo Sindicato dos Proprietários de Centros de Formação de Condutores de Minas (Siprocfc-MG) e ainda precisa ser referendado por meio de um Termo de Cooperação Técnica com o Detran-MG. No projeto do sindicato, estão previstos cinco equipamentos em cada carro, dois deles do lado de fora. Caso o órgão de trânsito aprove a ferramenta, ele ficará responsável pela auditoria do sistema e sua fiscalização. O custo de instalação das câmeras fica entre R$ 600 e R$ 800.