LIDERANÇAS DOS POLICIAIS E BOMBEIROS MILITARES SE REUNIRAM COM A SECRETÁRIA NACIONAL DE SEGURANÇA PÚBLICA EM BRASÍLIA

Uma série de reivindicações foram solicitadas pelos presidentes das entidades de classe dos policiais e bombeiros militares do Brasil à Secretária Nacional de Segurança Pública, Regina Miki, na manhã desta quinta-feira (12/09), durante reunião no Ministério da Justiça em Brasília. 
Na reunião estavam presentes o Presidente do Centro Social dos Cabos e Soldados da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CSCS PM/BM-MG), Cabo Coelho, seu diretor institucional, Sargento José de Arimatéia, o presidente da Associação Nacional das Entidades Representativas de Cabos e Soldados Policiais Militares e Bombeiros Militares do Brasil (ANERCS-PM/BM-BR), Leonel Lucas e demais presidentes das entidades filiadas de São Paulo, Mato Grosso do Sul e Goiás. Na pauta de reivindicações estavam o apoia da Secretária à aprovação da PEC24, que cria o Fundo nacional da Segurança Pública, a construção de um código de ética em nível nacional para os policiais e bombeiros do país, a uniformização nacional das escalas de serviços com jornadas de 40 horas semanais e um plano habitacional especial para policiais e bombeiros do Brasil. 
 Segundo o presidente Cabo Coelho, durante o encontro, Regina Miki ofereceu apoio à PEC024 e frisou “esta Proposta é o começo para que se resolva o problema da Segurança Pública no Brasil”. Ela ainda se comprometeu a levar a proposta para criação de uma linha especial de habitação para os militares à Presidente Dilma Rousseff. Para isso, Regina já adiantou o pedido para a elaboração de um levantamento pela Associação Nacional, da porcentagem de policiais que ainda não possuem a casa própria. Ficou acertado também que a cada dois meses ente grupo se reunirá com a Secretária Nacional de Segurança Pública para dar o encaminhamento aos assuntos propostos e de interesse da classe para o desenvolvimento nacional da área de Segurança Pública.