PM vai abordar mascarados e reagir caso haja vandalismo em protestos

As polícias militar e civil decretarão tolerância zero contra manifestantes que promoverem atos de vandalismo na capital durante as manifestações previstas para este sábado (7), feriado em comemoração ao Dia da Independência. Quem estiver usando máscaras será abordado e obrigado a se identificar. Mochilas e bolsas serão revistadas. E a Polícia Militar vai reagir em caso de atos de vandalismo com bombas de efeito moral e balas de borracha podem ser usadas.

Ao todo, são esperadas entre 10 mil e 15 mil pessoas no desfile que ocorrer
á  na avenida Afonso Pena, além de cerca de 10 mil manifestantes.
Em entrevista coletiva nesta quinta-feira (5), as corporações apresentaram o plano de segurança para garantir a tranquilidade de quem for assistir ao desfile e daqueles que ocuparem as ruas para protestar de forma pacífica. Ao todo, serão empenhados 3.000 homens, com foco no hipercentro da capital.
De acordo com o coronel Antônio de Carvalho, comandante do policiamento especializado, caso os militares sejam provocados durante os protestos, não vão hesitar em reagir. O coronel reforça que, ao contrário do que aconteceu nas últimas ações provocados por vândalos, desta vez, não vai haver tolerância, principalmente contra depredação do patrimônio público. As pessoas abordadas que estiverem com algo suspeito ou ilícito, como arma ou drogas, serão detidas imediatamente. 
Além da tradicional cerimônia de 7 de setembro, outros movimentos sociais estão marcados para este sábado. Um deles é o Grito dos Excluídos, que vai acontecer no Viaduto Santa Tereza com o apoio da Arquidiocese de Belo Horizonte. 
Também haverá a Operação 7 de Setembro, marcada para várias cidades do Brasil. O evento será na praça Sete, no centro de Belo Horizonte, em defesa do fim do voto obrigatório e da prisão imediata dos mensaleiros.
O TEMPO

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários deixados no site são de inteira responsabilidade de quem escreve e as publica. Isentando assim de responsabilidade o autor/editor do site. Portanto, tenha responsabilidade com seu comentário!