Polícia Federal apreende 109 kg de cocaína avaliados em R$ 1 mi na Zona da Mata

A apreensão foi resultado da troca de informações entre os serviços de inteligência das polícias Militar e Federal. Uma denúncia de que a droga estaria sendo transportada para Juiz de Fora levou os policiais até a BR 267, onde um carro foi interceptado e, no banco do carona, dentro de sacos de ração de animal, estavam 99 barras do entorpecente.A Polícia Federal de Juiz de Fora, na Zona da Mata apreendeu 109kg de cocaína pura, durante a operação Invasão 3. Esta foi a maior apreensão da droga nos últimos cinco anos na cidade. O material, avaliado em cerca de R$ 1 milhão poderia ser ainda mais valioso, caso fosse refinado, passando para R$ 3 milhões.

O traficante, de 30 anos, não tem passagens pela polícia e assumiu a autoria da droga. Ele foi levado para o Ceresp e responde pelo crime de tráfico de drogas. A polícia chamou o suspeito de “empresário do crime” pela sua postura: ele não ostentava nenhuma riqueza, era discreto, vivia com a família, não tinha antecedentes criminais e ainda assim assumiu a autoria dos entorpecentes.

De acordo com a PF, agora, o próximo passo é saber a origem da droga e o passado do suspeito. O patrimônio dele será investigado, além de haver quebra de seu sigilo financeiro e telefônico.

A ação foi batizada pelas polícias de "Invasão III", porque faz parte de uma sequência de operações desencadeadas esse ano cujo objetivo é combater o tráfico de drogas no município e sua distribuição para as cidades da região.
R7