PM é condenado a seis anos por homicídio

IPATINGA – Em sessão do Júri Popular realizada no Fórum de Ipatinga nesta quarta-feira (23), o Policial Militar reformado Valdeci José Vieira, 54 anos, foi condenado a seis anos de reclusão no regime semiaberto. O policial irá responder pelo assassinato de Cleber Cota Couto, o “Macarrão”, ocorrido em 2004 no bairro Veneza. 
O segundo réu julgado pelo mesmo crime, Sinval Coelho dos Santos, conseguiu a absolvição do Conselho de Sentença. O terceiro envolvido na morte, Juarez de Souza Oliveira, será julgado em outra ocasião, pois o julgamento foi desmembrado a pedido dos advogados de defesa.

Conforme denúncia feita pelo Ministério Público, Cleber teria roubado um dinheiro de Sinval Coelho que, querendo se vingar, contratou os serviços do Policial Militar, ativo à época dos fatos e Juarez de Souza Oliveira, pagando a quantia de R$ 1,2 mil para executarem a vítima. As investigações apuraram que no dia 20 de setembro de 2004, Valdeci e Juarez foram até próximo da residência da vítima em uma moto verde. No local, Valdeci desceu do veículo, caminhou em direção à vítima e efetuou sete disparos. O MP denunciou o trio por homicídio duplamente qualificado (recurso que dificultou a defesa da vítima e motivo fútil mediante pagamento). 

Os jurados acataram a tese de negativa de autoria de Sinval. O advogado de defesa argumentou que não havia nos autos provas suficientes de que ele teria dado recompensa para executar o assassinato de “Macarrão”. O Conselho de Sentença, em sua decisão, não viu qualquer vínculo entre Sinval e o Policial Militar reformado. Consta nos autos do processo que Valdeci José à época estaria envolvido em um grupo de extermínio. Segundo a Promotoria de Justiça que atuou na sessão desta quarta-feira, esta teria sido a primeira condenação de PM envolvido em homicídio em Ipatinga. 
JVA