Quadrilha interestadual presa em BH transportava cocaína em carros de luxo

Record Minas
A quadrilha que gerenciava a venda de drogas em Belo Horizonte e no interior de Minas Gerais transportava o entorpecente em carros de luxo. A droga que chegava ao Estado saía do Mato Grosso. 
O grupo foi preso em uma rodovia perto de Belo Horizonte. Na caminhonete a polícia encontrou 23kg de pasta base de cocaína. Os investigadores já seguiam os passos da quadrilha e flagraram o momento em que eles compraram o carro usado para transportar a droga. CONTINUA...
Para o delegado Antônio Prado, o negócio era lucrativo.
— Era uma quadrilha bastante estruturada e movimentava valores e veículos constantemente.
Ao todo, nove homens foram presos. A quadrilha atuava na região metropolitana de BH e em cidades do interior de Minas.
Com frequência, traficantes desembarcavam na capital mineira para negociar a venda do produto. O transporte da cocaína era feito por terra. Durante a operação, a PC prendeu o homem que chegou ao Estado em um carro de luxo com mais de 20 quilos de pasta base escondidos no painel do veículo.
O motorista, Antônio Araújo, foi preso depois de viajar cerca de 1.300 quilômetros. Alguns integrantes do grupo já haviam sido presos anteriormente. A precária fiscalização nas fronteiras e a falta de uma lei mais rígida são apontadas como incentivo para que a quadrilha continuasse em ação.